18 de ago de 2010

Relato do resto

(... ou versinhos de parada de ônibus)



A vida segue aos trancos
As tripas em trapos
O coração, farrapos
O sangue se estanca com guardanapos,
a dor se ameniza com fitoterápicos




Por Pagouche (Uma Ilustre)


Share/Bookmark

1 comentários:

Gehlen's disse...

bello, pagouch.