5 de jan de 2010

Salve essa gente*



Esse povo é semente
nascendo agora
surgindo da terra
brotando sem hora

Esse povo é de gente
que trabalha a terra
semeando esperança
de um mundo sem guerra

Esse povo é sorriso
cantando a vida
balançando na rede
com fome e com sede

Meu povo é grito
espremendo garganta
pedindo ajuda
chorando o castigo

Meu povo é de fé
pulando buraco
fazendo promessa
construindo barraco

Meu povo é de estória
esquecida em livros
de fracasso ou glória
de (anti)heróis e bandidos.





*tentativa poética num distante 2005


Por Amanda SchArr


Share/Bookmark

0 comentários: